Now Playing Tracks

Pessoas não foram feitas para serem substituídas, por mais chatas, ultrapassadas e cheias de defeitos que elas sejam. Todo mundo dá defeito, até videogame dá defeito. A diferença é que depois de um certo tempo eles podem ser trocados por algum outro mais avançado. Ainda não vi uma loja que conserte pessoas. Seria ótimo. Mas não existe. Gente tem mania de querer ser importante, por mais inútil que seja. Tu não pode trocar as peças, é isso aí mesmo, e acabou. Pessoas tem fases também, algumas são mais fáceis, outras cansativas. O que te faz continuar jogando é o espírito esportivo, a paciência e a expectativa de ganhar alguma coisa no fim. Faz algum sentido? Resumindo… Videogames e pessoas só querem que você não desista.
But, I like you.  (via transcendeu)

(Fonte: abstinenc-e)

“Bombeiros encontraram 2 corpos. Dois namorados, e eles estavam abraçados”

“tchau mãe, to indo pra balada” “vai com deus minha filha” e ela literalmente foi :/

a mãe de uma vítimas disse “nós brigamos ontem, proibi ela de sair mas ela foi mesmo assim, a ultima coisa que ela me falou é que me odiava”

“Um bombeiro pegou um celular de um dos mortos e nele
havia 104 chamadas perdidas da mãe” Imaginem o desespero da mãe.

O pior de tudo é saber que a maioria que morreu são jovens, pessoas que tinha um longo futuro pela frente.

233 vidas perdidas, 233 futuros destruídos, 233 famílias com o coração partido e 233 sonhos sem se tornarem realidade.

Bombeiros: os celulares não param de tocar nos bolsos das pessoas mortas e isso está doendo na gente

Cara eu chorei é serio.   (via delator)
To Tumblr, Love Pixel Union